Algumas Facilidades

LASER terapêutico

A tecnologia do LASER está se consolidando cada vez mais na Odontologia, e dentre as opções disponíveis no mercado, o LASER terapêutico de baixa potência tem mostrado os maiores potenciais.
O LASER terapêutico tem propriedades de estimulação da reparação tecidual, de ação antiinflamatória e analgésica. Ele é indicado nas seguintes situações:

  • Pós-operatório de implantes dentários
  • Pós-operatório de cirurgias bucais, extrações, etc.
  • Aftas
  • Herpes
  • Sensibilidade dos dentes ao frio e ao calor
  • Nevralgias e parestesias dos nervos da face e da mastigação.

Sedação por Óxido Nitroso (N20)

O tratamento odontológico é uma experiência que envolve medo, ansiedade e estresse para muitas pessoas. A sedação consciente é uma técnica que ameniza a dor ou a expectativa de dor, tornando o paciente relaxado, porém cooperativo.
Os cirurgiões da Clínica Mayer estão habilitados a aplicar sedação por Óxido Nitroso para tratamento odontológico com todos equipamentos necessários inclusive os de segurança e monitoração.
Ela envolve a administração de oxigênio (O2) e óxido nitroso (N2O) por inalação através de uma máscara nasal cuja dosagem é controlada por um aparelho misturador.
Durante a administração do gás, o paciente é monitorado através de aparelhos que registram seus sinais vitais como os batimentos cardíacos, oxigenação do sangue e pressão arterial. Tudo para dar maior segurança ao paciente.
Pode ser utilizado em adultos e crianças com muito sucesso.

Características da sedação consciente:

  • Paciente permanece acordado
  • Respira voluntariamente
  • Não há combinações de outros fármacos (somente os anestésicos locais)
  • Não provoca analgesia completa
  • Paciente permanece cooperativo
  • Não perde reflexos protetores
  • Curto período de recuperação (com 5 minutos de aplicação de Oxigênio puro o paciente está apto a voltar as suas atividades normais, inclusive dirigir)

VISITAS PERIÓDICAS

A prevenção na odontologia é muito comum em pacientes de odontopediatria, porém uma abordagem preventiva é também importante por toda a vida.
É certo que em crianças a evolução das cáries se dá de forma mais rápida, por isso a preocupação e o controle, no mínimo semestral, durante a infância.
Em casos onde o dentista identifica uma maior propensão ao aparecimento de cáries, poderá até indicar a redução do período de retorno do paciente ao consultório.

Na fase adulta, o controle semestral é o ideal, porém o espaço entre as visitas pode ser diminuído caso o dentista identifique uma alta incidência de cáries, de tártaro ou um aumento da susceptibilidade à doença periodontal.

A ausência do paciente em consultório por períodos prolongados pode acarretar o desenvolvimento de problemas que poderiam ser prevenidos ou interceptados em uma fase inicial, com menor perda de estrutura dental, óssea ou periodontal.

Uma cárie que se formou em seis meses na estrutura superficial do dente pode ser facilmente restaurada em uma sessão, já a mesma cárie deixada sem tratamento, pode se propagar pela estrutura interna do dente atingindo a polpa que é o nervo do dente. Nesta situação, a cárie causa uma inflamação do nervo levando a um quadro de pulpite que gera a dor de dente.

Quando isto ocorre, é necessário o tratamento de canal e uma restauração maior, já que o dente perdeu bastante estrutura, muitas vezes é necessária uma prótese, onlay ou até uma coroa com pino para reconstruir o dente.

Seguindo com a filosofia da prevenção, uma cárie que inicialmente poderia ser removida e restaurada com resina, pode evoluir e no futuro precisar de um tratamento muito mais complexo, que é feito em múltiplas sessões.

Existem pacientes que não tem muita tendência a desenvolver cáries e se sentem desobrigados do controle periódico, porém existem outros problemas bucais que podem se manifestar de forma silenciosa e que também devem ser evitados.

A formação de tártaro causa uma inflamação gengival que é indolor quando em sua forma crônica, porém pode levar a perda de estrutura óssea e retrações gengivais que são irreversíveis.
É muito comum pacientes que nunca tiveram cáries ou tem um baixo índice de cáries desenvolverem a doença periodontal na fase adulta.
Além da perda de estrutura dental e periodontal irreversíveis, o tempo de tratamento pode aumentar consideravelmente, assim como o custo do tratamento se eleva devido ao maior número e complexidade de procedimentos necessários para restabelecer a saúde e a função do elemento dental.

Sabedores da importância e das vantagens da consulta periódica e de um tratamento preventivo, nossos pacientes tem a comodidade de um sistema de retorno programado no qual o paciente é avisado quando está na hora de retornar ao consultório.

Os comentários estão encerrados.